Quando abrem-se os olhos

O Almoço de Natal do Albergue esse ano foi muito especial, tivemos a oportunidade de ter conosco alguns voluntários que se dividiram entre as atividades. Durante o almoço muitas foram as experiencias, então pedimos que a Elenir, uma das voluntárias, nos mandasse um depoimento.:


"Este ano eu escolhi ser voluntária no Albergue como forma de agradecimento a Deus por todos os natais que eu já tive com minha família, em segurança e fartura. Mas também como forma de aperfeiçoar e aprofundar meu processo de evolução, o que tenho feito com afinco e de forma consciente. Porque chega um momento que não tem como mais fazer de conta que não vê o que está acontecendo a sua volta. E as vezes deixamos de ver justamente porque estamos habituados a um tipo de processo mecânico, como se estivéssemos junto com a manada, então perdemos a sensibilidade por causa do ruído da manada, deixamos de ouvir o que de fato importa, o chamado que existe em nós. Sinto esse chamado desde a adolescência, sempre pedi a Deus pra poder fazer algo por alguém, algo que fizesse a diferença, levar energia positiva ou sorriso que seja, um "bom dia" diferente. Pois essas pessoas que passam pelo Albergue não estão só longe de casa ou família, muitas nem tem família, elas estão longe de si mesmas. E isso me traz um sentimento de compaixão e eu vi no Albergue pessoas com muito potencial e não é porque nós fizemos escolhas melhores que não podemos olhar com carinho e humanidade pra essas pessoas. Além disso, admiro o Albergue pelo trabalho de acolher essas pessoas. Sempre pensei em escolher um lugar onde eu possa me doar, doar o meu ser humano a quem não teve a felicidade de ter o que eu tive, então estou muito grata e feliz pôr poder estar lá. Fiquei no Albergue o dia todo e me senti muito à vontade, um ambiente agradável, com os funcionários e os freis. Um prato de comida não é só a comida, mais também energia positiva, dar e receber essa energia foi gratificante, obrigado pela oportunidade."




60 visualizações
SOBRE NÓS

O Albergue Santa Luíza de Marillac foi fundado em 27 de março de 1959 pelo então Arcebispo de Maringá, Dom Jaime Luiz Coelho. A instituição é uma casa de passagem, mantida por doações, que abriga pessoas em situação de vulnerabilidade social por um curto período

LOCALIZAÇÃO

R. Fernão Dias, 840 - Zona 09

CEP 87.014-000

Maringá/PR, Brasil

(44) 3023-6565

(44) 9 2000-6474

contato@alberguemaringa.org.br

CONTATE-NOS
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2019 por Albergue Santa Luíza de Marillac.